Impressões sobre a 2a. Conferência Municipal de Cultura

Postado por Thiago terça-feira, 10 de novembro de 2009

Estivemos presentes na conferência e pudemos conferir como anda a situação cultural de Campinas. Compareceram às reuniões nas dependências da Estação Cultura aproximadamente 350 pessoas, que dividiram-se em eixos temáticos propostos pelo governo federal. O objetivo da conferência foi listar e discutir proposições nos três níveis governamentais (federal, estadual e municipal), sugestões essas que inserem-se numa nova dinâmica política capitaneada pelo Plano Nacional de Cultura. Estavam representados todos os estratos artísticos da cidade e a abertura do evento contou com uma manifestação do grupo Levante Cultura que, todos de preto, denunciaram a falta de organização da Prefeitura e suas indicações tendenciosas na escolha dos projetos a serem patrocinados.

Decidimos participar do "Eixo V - Gestão e Institucionalidade da Cultura", pois acreditávamos ser uma linha transversal entre os eixos que nos permitisse entender o direcionamento dado pelos orgãos competentes às políticas culturais, bem como saber qual a reação dos diversos estratos sociais em relação a este direcionamento. Não cabe aqui listar cada discussão feita, mas o que me pareceu muito importante foi a demanda dos diferentes grupos em relação à manutenção de ações do Estado ao invés das conhecidas trocas políticas dos governos que se alternam. Nesse sentido está toda a preocupação com a promulgação de leis que solidifiquem práticas políticas mínimas para a continuidade de projetos culturais (veja as PECs 150, 236 e 416). Ao fim do evento, todas as propostas selecionadas pelos diversos grupos foram sintetizadas num relatório final, o qual será debatido na plenária estadual e daí para a nacional.

No meu ver a Conferência foi um passo muito importante no fazer político e social. Quem esteve por lá notou certa desorganização generalizada que ia desde os atrasos constantes, falta de informações e desrespeito do público. Mas para além da simples administração de um debate, a discussão em torno da cultura local e nacional e seu reflexo em todas as esferas governamentais aponta para uma maior ação da sociedade nos mandos antes acessíveis somente ao Estado. Um aprendizado democrático que procura a intervenção ativa e que não pode se contentar apenas com esta conferência. Novas reuniões estão acontecendo no Fórum Municipal de Cultura e espero que mais pessoas continuem nessa trilha acertada.

A íntegra do relatório pode ser vista no site do Fórum Municipal de Cultura.
Um vídeo da manifestação na abertura da conferência está no site do Levante Cultura.
No site do Coletivo de Comunicadores Populares há uma crítica e a fala transcrita do representante do Ministério da Cultura que apareceu rapidamente na conferência.

na foto, o terceiro dia de audiência.

2 opinaram

  1. CineCPS comentou:
  2. Valeu pelo relato. Vou dar uma olhada melhor nos documentos. Mais importante é isso mesmo - divulgar que existem centenas de pessoas debatendo este assunto na cidade.

     
  3. Alberto comentou:
  4. Vale Tico, faço de suas as minhas palavras...

     

Postar um comentário

Siga o CultCPS!


          RSS    

Últimas do Twitter


Últimos comentários


Tetê-a-Tetê Digital!

Crítica, sugestões, pitacos, imprensa, colaborações, dicas culturais, releases e afins, nos contate pelo e-mail cultcps@gmail.com

Arquivo do blog

Visitando agora