Cineclube MIS: Diversidade!

Postado por Thaiza quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Não é fácil encontrar por aí a liberdade de exibição e diversidade de filmes que existe no escurinho do MIS. Confira só os próximos:

Diversidade Cultural - outras linguagens, outros olhares/ Programação Infantil (Curadoria: Adriano de Jesus) 
 
26/11 (sex) às 19h00: A Mulher sem cabeça (La Mujer Sin Cabeza, Lucrecia Martel, 2008, Arg/Fra/Ita/Esp, 87')
Elenco: María Onetto, Claudia Cantero, César Bordón, Daniel Genoud
"Mulher dirigindo pela rodovia se distrai e atropela algo (ou alguém). Temerosa, vai embora sem parar e guarda esse segredo. O incidente deixa a mulher ao mesmo tempo traumatizada e em estado de alerta. Uma noite, no entanto, diz ao marido que teme ter matado alguém na estrada. Eles vão até lá, mas descobrem apenas um cachorro morto. Amigos do casal próximos a policiais também confirmam que não houve nenhum relato de uma pessoa atropelada. Tudo volta ao normal na vida da mulher, até que notícias de uma descoberta terrível passam a atormentar a todos."
 
27/11(sáb) às 16h: Serviço (Brillante Mendoza, 2008, Filipinas, 87')
Elenco: Gina Pareño, Jacklyn Jose, Julio Diaz, Coco Martin, Kristoffer King
"Uma família filipina vive num velho cinema de província que passa filmes pornográficos. Porém, o público que freqüenta a sala não lhes dá atenção, pois a penumbra da sala é a atmosfera ideal para uma variedade de "serviços" sexuais entre prostitutas e clientes. Explorando os espaços e corredores do velho cinema, o realizador Brilhare Mendoza dá-nos uma perspectiva abrangente do quotidiano desta família.
Misto de drama doméstico intimista e com laivos neo-realistas, Serviço é uma ilustração poética das vidas dos habitantes da velha sala e de como a pobreza enfraquece os valores morais. Uma brilhante reflexão sobre a realidade da vida nas Filipinas, servida por uma excelente produção visual e com a direção afiada de um dos mais interessantes autores da cinematografia filipina."
AVISO: Inclui cenas de sexo explícito não pornográfico.
 
Especial Fanzine MOSH 

29/11 (seg) às 19h00: RIP- A História Viva do Punk (Daniel Schweizer, Fra/Ale, 2003, 88')
Depois da morte de Karl Agirreurreta 2003, mais conhecido como Maomé, RIP cantor do lendário grupo, dois jornalistas de Arrasate, sua cidade natal, decidiu fazer um documentário sobre a história do encontro do grupo, ao mesmo tempo fazer um pequeno retrato do momento. Os primeiros passos foram para colher depoimentos de ex-membros do grupo e outros sobreviventes da época. É notável que os músicos que lutaram no grupo nunca deram muita importância ao que eles fizeram. Conversas com os membros do grupo e uma abordagem à outras testemunhas oculares, que foram destaque no cenário musical na década de 80. Músicos, jornalistas, gravadoras e outros como Josu Zabala (Hertzainak), Muguruza Fermin (Kortatu, Negu Gorriak), drogas (Barricade), Jimmi (Tijuana in Blue), Mamen (vulpes), AUO e Iñigito (Etsaiak, Txapelpunk), Iñaki Beraetxe, Jabi Destroy ... que são alguns dos personagens que aparecem no filme dando suas opiniões.
 
Grátis e com direito a debates depois da exibição!

Onde: Palácio dos Azulejos- Rua Regente Feijó, 859 - Centro, Campinas (SP)

Bookmark and Share

0 opinaram

Postar um comentário

Siga o CultCPS!


          RSS    

Últimas do Twitter


Últimos comentários


Tetê-a-Tetê Digital!

Crítica, sugestões, pitacos, imprensa, colaborações, dicas culturais, releases e afins, nos contate pelo e-mail cultcps@gmail.com

Arquivo do blog

Visitando agora