Debates: Círculo de Cultura Transformadora + Cultura Digital

Postado por Thaiza sábado, 24 de setembro de 2011

O Círculo de Cultura Transformadora consiste em uma série de encontros para discussão e reflexão a respeito dos rumos, caminhos e possibilidades das políticas culturais e temas relacionados. Na próxima segunda (26/9), quem participa é Ivana Bentes, às 19h30 no MIS.

O Círculo de Cultura Transformadora é um espaço, aonde os participantes vão para pensar, refletir, discutir e fazer a Gestão Cultural Transformadora, conceito que busca pautar a política pelo viés da cultura, sempre ligado a inovadores modelos de economia e a relação com o meio ambiente. Focados na busca do bem-comum, o grupo nasceu de uma preocupação com os rumos das políticas públicas na cidade, estado e país

Ivana Bentes é ensaísta, professora, curadora, apresentadora de TV e pesquisadora acadêmica brasileira, atuante na área de comunicação e cultura, com ênfase nas questões relativas ao papel da comunicação, da produção audiovisual e das novas tecnologias na cultura contemporânea.

Graduada em Comunicação Social (1986), concluiu o mestrado, com a tese Percepção e Verdade: da Filosofia ao Cinema (1991), e o doutorado em Comunicação, com a tese Cartas ao Mundo: Teoria e Biografia na obra de Glauber Rocha (1997), sempre na Universidade Federal do Rio de Janeiro, onde é professora do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura e Diretora da Escola de Comunicação desde 2006. É autora de Cartas ao Mundo: Glauber Rocha (organização e introdução, publicado pela editora Companhia das Letras, 1997) e Joaquim Pedro de Andrade: a revolução intimista (Editora Relume Dumará, 1996). É co-editora das revistas Cinemais: Cinema e outras questões audiovisuais e Global (Rede Universidade Nômade).

+info: culturaltransformadora@gma​il.com
MIS Campinas: Rua Regente Feijó, 859 – Centro – Campinas/SP- (19) 3733 8800

Já na terça, ela participa de um debate do FEIA 12, sobre Cultura Digital, junto com Claudio Prado e Gabriel Fedel, do Coletivo Ajuntaê. Confira detalhes:

Cultura Digital, Internet, Creative Commons, Copyright, Ecad, Software Livre, entre outras tags, serão a base dessa discussão que está cada vez mais latente devido a fatos como a retirada do logo do Creative Commons do Minc. O que é essa cultura digital que tanto falam? Ela realmente está transformando a vida das pessoas? Quem de fato está sendo afetado por ela? Essas perguntas também guiarão o debate, que está ligado diretamente à produção e à disseminação de conteúdos e conhecimentos no mundo contemporâneo. 
Texto para referência: É preciso estar atento e forte: cultura digital e políticas públicas

Claudio Prado
É produtor cultural e teórico da contracultura e da cultura digital. Foi coordenador da ação de Cultura Digital da Secretaria de Programas e Projetos do Ministério da Cultura entre 2004 e 2008, e hoje coordena a ONG Laboratório Brasileiro de Cultura Digital. Tem formação em pedagogia pela Universidade de Genebra, na Suíça, e em sociologia na Universidade de Surrey, Inglaterra. Fez parte nos anos 60 e 70 do movimento hippie e se envolveu com a produção de shows e festivais de música: co-fundou o Festival de Glastonbury e produziu o primeiro Festival de Águas Claras, em 1975, considerado o “woodstock brasileiro”. Produziu shows dos Mutantes e dos Novos Baianos nos anos 70 e foi quem recebeu Gilberto Gil e Caetano Veloso durante o exílio dos artistas em Londres, mantendo contato com eles desde então. Fundou e dirigiu diversas produtoras e duas ONGs, a ‘Salve a Amazônia’ e a ‘Pró-Rio 92’. É um dos fundadores da Casa de Cultura Digital.

Gabriel Fedel
Membro do Coletivo Ajuntaê, articulador do Fora do Eixo e Gestor da frente de tecnologias do Fora do Eixo. Militante do software livre, atua principalmente com ferramentas aplicadas à produtos artísticos como música e imagens. É formado em Ciência da Computação pela USP São Carlos (2008) e Mestre em Ciência da Computação pela UNICAMP (2011).

Dia 27/09, das 14h às 17h, no Auditório da Pós-Graduação do Instituto de Artes/ Unicamp

1 Responses to Debates: Círculo de Cultura Transformadora + Cultura Digital

  1. CABETO ROCKER comentou:
  2. Cada vez mais os espaços públicos de Campinas devem ser tomados por gente comprometida com as mudanças para nortear os rumos que essa cidade pode tomar. Caminhos mais generosos, dialogando a cultura local com a cultura do restante do país podem fortalecer esses demandas por criatividade e pluralidade nas ações futuras. O Circulode Cultura Transformadora está de parabéns!

     

Postar um comentário

Siga o CultCPS!


          RSS    

Últimas do Twitter


Últimos comentários


Tetê-a-Tetê Digital!

Crítica, sugestões, pitacos, imprensa, colaborações, dicas culturais, releases e afins, nos contate pelo e-mail cultcps@gmail.com

Arquivo do blog

Visitando agora