VIII Feverestival

Postado por Carla segunda-feira, 25 de janeiro de 2010


UEBA! Feverestival é bem legal.
"O VIII Festival Internacional de Teatro de Campinas – Feverestival - acontecerá entre os dias 31 de janeiro e 12 de fevereiro de 2010, incluindo em sua grade de programação espetáculos teatrais voltados ao público adulto e infantil, além de espetáculos de rua, clownferência (noite de gala cômica diferente a cada apresentação) e o projeto de residência artística “Sonho de Ícaro”, numa programação especial de Tributo ao aniversário de 25 anos do Lume Teatro. O Festival deverá acontecer no Espaço Cultural Semente, Sesc Campinas, Espaço ZAP Artes Integradas, além da ocupação das ruas e das praças de Campinas e região." do próprio site.
Nesse loooooongo post, coloquei os lugares onde ocorrerão as apresentações (em ordem: Sesc, Espaço Cultural Semente, Rua e Teatro Lume), as sinopses (tiradas do site do Sesc) com os respectivos dias e horários. Bateu desespero? Se perdeu nas letrinhas? Vai pra programação depois volta pra ler as sinopses.
Antes, os preços: os de Rua são Grátis (e um do Sesc), $16,00 inteira; $8 estudante e $4 comerciários com apresentação de carteirinha do Sesc.
Os endereços estão no cartaz da programação.

Se apresentarão no Sesc...
..teatros para o público adulto:
O Sonho de Ícaro (Direção Lume Teatro) - 31/01 às 20h30
Uma celebração em homenagem aos 25 anos do LUME Teatro, numa montagem envolvendo grupos de teatro, dança, música e circo de Barão Geraldo, que tiveram sua origem relacionada ao LUME. O SONHO DE ÍCARO é um espetáculo que tem em seu elenco 70 artistas, contando, de forma alegórica, a história da mitologia grega que mostra o homem que voou alto até o Sol derreter suas asas de cera.
(esse é GRÁTIS - retirar ingressos com duas horas de antecedencia no Galpao SESC.)

Eldorado (Eduardo Okamoto - Campinas, SP) - 04/02 às 20h30
Acompanhado por uma menina um cego busca encontrar o que nenhum homem pôde jamais: Eldorado. Toda estória se resume nisto: era uma vez um homem que procura. Que nos tempos e lugares da viagem, haja espaço para humanidades – travessia. Eldorado fala destes territorios de viagem. Ali, onde o viajante é atravessado enquanto atravessa geografias. Ali, onde todo homem é único e igual a todos os demais.

In-Between (com Yael Karavan - Israel) - 05/02 às 20h30
Suspendida entre duas cadeiras, duas realidades, duas terras, dois amantes, o trágico e o cómico,tornam- se um poema coreográfico sobre a dualidade interior e a solidão. Com elementos da dança, do teatro físico, do palhaço, da mímica, do butoh, somente com duas cadeiras e um microfone, Yael cr universo fantástico, que nos conduz a uma viagem através de nossos próprios conflitos emocionais.

Meninas Corram! (Nu Miollo – Núcleo de Investigação Cênica - Salvador, BA) - 10/02 às 20h30
Em Meninas Corram!, uma mulher consumida pelos seus afazeres domésticos, sua carreira profissional e os cuidados com a família percebe-se inapta a realizar todas essas funções, dialogando de forma comicamente atrapalhada com seu corpo, a comida que ingere e os utensílios de sua casa. Escravizada por um modelo de mulher magra, atlética, consumista e bem-sucedida, suas ações provocam um caos domésticos e revelam o que está por trás daquela histeria.

...teatro infantil:
Mágico de Nós (Cia. do Quintal - São Paulo, SP) - 06/02 às 16h
O fio condutor do espetáculo é a história de “Mágico de Oz”, o publico é levado pela menina Doroty ao mundo de Oz, um mundo encantado, com objetos, aparentemente do nosso cotidiano, que possui encantamento de serem transformados em tudo que sua imaginação permitir. Porém, nessa inusitada montagem, cada gesto, palavra ou idéia, que são sugeridas pelas crianças, cria e re-cria essa história, pois são aproveitadas pelos atores que improvisam tornando o espetáculo diferente em cada apresentação. Um quebra cabeça de histórias a ser improvisado e montado cada dia.

...teatro juvenil:
O Caderno da Morte (Cia. Zero Zero - São Paulo, SP) - 07/02 às 16h
Um estudante encontra um caderno do Deus da Morte que diz: “aquele cujo nome for escrito no caderno morrerá”. O rapaz decide usá-lo para liquidar criminosos, mas nem todos concordam com seus métodos.

No Espaço Cultural Semente...
Te Duele? (TeaAndes - La Paz, Bolívia) - 02/02 às 20h30
O tema desta obra surge de uma grande insatisfação de Lucas Achirico. A violência doméstica atravessa todas as classes sociais. As estatísticas na Bolívia indicam que uma em cada duas famílias, sofre alguma violência em casa. Te Duele? Criou centenas de imagens e metáforas visuais ao redor desse tema. Uma casa é apresentada como um ring de boxe. Um espaço fechado, de onde não podem sair e onde a derrota é certa.

Concerto de Ispinhô e Fulô (Cia. do Tijolo -São Paulo, SP) - 03/02 às 20h30
É um projeto de pesquisa teatral que tem por objetivo comemorar o centenário do poeta de Patativa do Assaré, apresentando um espetáculo inédito que utiliza sua vida e obra como inspiração para uma reflexão sobre os destino da poesia popular, sua importância no desenvolvimento da consciência crítica e na formação da identidade de um povo.

Clownferência - 06/02 às 20h30
Apresentações de gags e performances de diversos integrantes de grupos de Barão Geraldo e convidados/selecionados do Feverestival.

In Conserto (Teatro do Anônimo) - 07/02 às 20h30
Um trio de palhaços chega ao local para dar um concerto público, mas muitas trapalhadas acontecem até que consigam executar suas peças. Assim, acabam tendo que dar um conserto no programa, que inclui a "Ópera Desastrada", interpretada pelo alto barítono Seu Flor e seu lerdíssimo discípulo Cuti-Cuti. Em seguida, é a vez de Buscapé executar sua peça musical, até que se depara com uma fatalidade do destino: seu estimado apito mirim ultrapassa a barreira da vida e vira estrela. Em seu périplo fúnebre, Buscapé leva o público às lágrimas de tanto rir. No Gran Finale, os três atrapalhados palhaços executam seu concerto, agora com instrumentos de verdade (acordeão, cavaquinho e trompete). Contudo, até que isso ocorra, muitas outras tentativas e erros irão se suceder.

Cravo, Lírio e Rosa (Lume Teatro - Campinas, SP) - 11/02 às 20h30
Os palhaços Carolino e Teotônio chegam com suas malas. Dois grandes patetas que como lados de uma mesma moeda, se completam e se opõem, compondo um entrelaçar de situações ridículas e delicadas dentro de um universo de objetos lúdicos e surpreendentes. Com seus jogos e gags, danças e duelos que destilam uma afeição subliminar, esta inseparável dupla toca profundamente o espectador. Construído a partir da interação da clássica dupla de palhaços: o “Branco” e o “Augusto”, imortalizada pela famosa dupla do cinema “o Gordo e o Magro”, as relações humanas são a matéria prima desse espetáculo, relação não apenas entre os dois palhaços, mas também entre eles e sua platéia - elemento sem o qual essas brincadeiras não poderiam acontecer.

Na Rua - Grátis:
Circo Funâmbulo (Grupo Ares - São Paulo, SP) - 04/02 às 10h e 15h na Pça. Rui Barbosa no Centro.
Enquanto os ímpetos de renovação levam uma cultura em direção ao novo e ainda não experimentado, sua tradição a traz de volta para que não perca o contato com sua origem, com seu jeito peculiar e intransferível de ser. Em Circo Funâmbulos, o Grupo ARES apresenta uma intervenção urbana e aerea em homenagem ao palhaço Piolin, figura fundamental na história do circo paulistano e brasileiro, colocando o corpo no ar e criando de maneira orgânica e poética uma ligação entre o tradicional e o novo.

O homem da cabeça de papelão
(Grupo Hora Vaga - Garibaldi, RS) - 11 e 12/02 às 14h. Dia 11, na Pça José Bonifácio, centro de Campinas. Dia 12, Pça do Trabalhadores na Vl. Pe. Manoel da Nóbrega.
O espetáculo narra a história de Antenor, um cidadão do lendário País do Sol. Os habitantes da capital julgavam-se, além de inteligentes, possuidores de imaendo bom-senso. Pois para fazer sucesso no País do Sol os cidadãos solarianos devia, omitir certas verdades. Antenor, protagonista da história, era exceção. Falava o que pensava e agia diferente dos outros. Dizia sempre a verdade. Não a verdade inútil, mas a verdade verdadeira. Por isso não era tolerado no convívio social. Era visto como mau companheiro. Porém o homem apaixona-se pela filha da lavadeira de sua mãe e, para casar, a moça exige que ele mude, que seja como os demais. A fim de descobrir se sua cabeça está desregulada, se deve trocá-la por uma cabeça padrão, fabricada em série, uma cabeça de papelão, ele vai consultar um professional que conserta relógios e outros maquinismos delicados de precisão.

Gran Circo Máximo (Grupo Matula de Teatro - Campinas, SP) - 09/02 às 20h30 na rua Ângelo Vincentim, 601, Pça Augusta Pires de Moraes em Barão Geraldo
Um circo pequeno e pobre circula pelas periferias. Duas irmãs tentam manter o espetáculo nesta lona que herdaram do pai com o auxílio de apenas um ajudante. Elas tratam de fazer tudo para que o circo sobreviva: organizam a entrada, vendem a pipoca, cantam, dançam e através dos números que tentam realizar é revelado ao público as dificuldades, os sonhos, e acontecimentos de suas vidas. Estas mulheres tratam de manter o show, mas a crueldade da relação entre elas acaba se sobrepondo ao espetáculo.

Trueque
- 12/02 às 18h30 na Banca Central de Barão Geraldo
Cortejo carnavalesco circense, com o Coletivo de Grupos e Artistas de Barão

E por último (mas não menos importante), no Lume Teatro:
Terra Lume, dias 01, 02, 08 e 09 de fevereiro às 18h.
Para quem não conhece, a proposta do Terra Lume é "arar a terra do pensamento sobre a arte e a cena através dos encontros e atividades". Atividades estas programadas a partir de temas relacionados ao trabalho do ator/performer, como direção do ator, dramaturgia, gestão de grupos, cultura popular e interdisciplinaridade. (do PortalTerra)


UFA! Quanta coisa...
... ainda tem as oficinas!

0 opinaram

Postar um comentário

Siga o CultCPS!


          RSS    

Últimas do Twitter


Últimos comentários


Tetê-a-Tetê Digital!

Crítica, sugestões, pitacos, imprensa, colaborações, dicas culturais, releases e afins, nos contate pelo e-mail cultcps@gmail.com

Arquivo do blog

Visitando agora