Cine na Casa do Lago: Cinema e a Criança

Postado por Thaiza segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Fazer um filme da perspectiva do olhar infantil sobre o mundo, que não seja no estilo Esqueceram de Mim e pastel da sessão da tarde, não deve ser fácil. Mas quando acertam, esse tipo de cinema te pega de jeito! Confira o ciclo cinema e a criança na Casa do Lago (Unicamp). Sempre em duas sessões, às 16h e às 19h. Grátis!
  


18/10 (seg)- Stella (Sylvie Verheyde, França, 2008, 103')
1977, periferia de Paris. Stella (Léora Barbara) é uma jovem de 11 anos que vive com os pais. Recentemente ela foi admitida em uma famosa escola da cidade, onde conhece Gladys (Mélissa Rodriguez), filha de um judeu intelectual. Através desta amizade ela conhece um mundo novo, diferente de tudo o que conhecia até então.
 
 
 
 
19/10 (ter) -  Kolya- Uma lição de amor  (Jan Sverák, República Tcheca, 1996, 105')
Por motivos políticos na República Tcheca, violinista é impedido de trabalhar. Um dia conhece uma jovem russa que precisa de marido tcheco para regularizar sua situação. Ele decide ajudar, mas a polícia desconfia. A mulher foge e deixa o filho Kolya com músico. Oscar de filme estrangeiro.
 
 
 
20/10 (qua) -Leolo (Jean-Claude Lauzón, França, 1992, 107')
Leo, ou Leolo como prefere ser chamado, é um garoto solitário e sonhador, apaixonado pela Itália. Ele também admira muito seu irmão mais velho, um fisiculturista tão grande quanto frágil, e sua sensual vizinha, com quem sonha situações um tanto ousadas para a sua pouca idade.
 
 
 
 
 
 21/10 (qui)- Osama (Siddiq Barmak, Afeganistão, 2003, 82')
Em pleno regime Talibã no Afeganistão uma menina é obrigada a cortar o cabelo e se vestir como se fosse um menino para ajudar sua família, que é composta apenas de mulheres. A farsa é descoberta na escola, quando um garoto percebe que ela está sangrando por entre as pernas.
 
 
 
 22/10 (sex)- A Culpa é do Fidel (Julie Gavras, França, 2006, 99')
Anna de la Mesa (Nina Kervel-Bey) tem 9 anos, mora em Paris e leva uma vida regrada e tranqüila, dividida entre a escola católica e o entorno familiar. O ano é 1970 e a prisão e morte do seu tio espanhol, um comunista convicto, balança a família. Ao voltar de uma viagem ao Chile, logo após a eleição de Salvador Allende, os pais de Anna estão diferentes e a vida familiar muda por completo: engajamento político, mudança para um apartamento menor, trocas constantes de babás, visitas inesperadas de amigos estranhos e barbudos. Assustada com essa nova realidade, Anna resiste à sua maneira. Aos poucos, porém, realiza uma nova compreensão do mundo.

Bookmark and Share

0 opinaram

Postar um comentário

Siga o CultCPS!


          RSS    

Últimas do Twitter


Últimos comentários


Tetê-a-Tetê Digital!

Crítica, sugestões, pitacos, imprensa, colaborações, dicas culturais, releases e afins, nos contate pelo e-mail cultcps@gmail.com

Arquivo do blog

Visitando agora