Samba enredo no Tonico's

Postado por Carla segunda-feira, 17 de janeiro de 2011




Músicos, compositores, críticos, jornalistas e integrantes dos blocos carnavalescos de Campinas se reúnem no Tonico’s Boteco para escolher o samba enredo do Bloco Nem Sangue Nem Areia, às 21h da quarta-feira, 19. Cada compositor entrega a melodia aos jurados e toca a sua música acompanhado da banda Nem Sangue Nem Areia. O samba escolhido dará o ritmo do desfile do bloco mais antigo de Campinas Nem Sangue Nem areia, que acontece nas ruas da Vila Industrial dia 27 de Fevereiro, um domingo antes do carnaval. A entrada é 10,00.

O tema do enredo definido para este ano é “Aurora Campineira: o povo conquista sua voz”, uma homenagem aos fundadores do primeiro jornal da cidade (Aurora Campineira), os irmãos Francisco e João Theodoro, que nomeiam duas ruas da vila. Compositores como Juninho Fortaleza, que teve sua composição escolhida no ano passado, Doca Furtado, e Carlos Kbelo, compositor do enredo de 2009 e do hino do bloco, confirmam a participação este ano. “É uma grande festa, e não uma competição”, conta Kbelo, um dos integrantes do Nem Samba Nem Areia.
Segundo o presidente do bloco Helder Bittencourt a composição deve ser uma mistura de samba com marchinha, que dá a cara do bloco, e serão levados em consideração critérios como fidelidade ao enredo, música e letra. “A escolha do samba enredo mobiliza os compositores da cidade, que se reúnem na casa que mais divulga o samba campineiro”, afirma Bittencourt. Para ele o retorno da população tem sido bastante positivo.


História do Bloco
O bloco surgiu em 1947, e desfilou tradicionalmente pelas ruas da Vila Industrial até o ano de 1976, quando já era uma escola de Samba. A escolha do nome veio do filme Sangue e Areia, estreado em 1941, estrelando Tyrone Power.
A inspiração veio tanto pela influência da produção hollywoodiana quanto pelo fato da Vila Industrial ser um bairro que abrigava matadouros e curtumes, o que fazia com que a passagem de rebanhos de gado pelo bairro fosse uma cena comum.
Após 33 anos, o Nem Sangue Nem Areia retornou as ruas no carnaval de 2009 pela iniciativa de um grupo de moradores da Vila Industrial, além de compositores, jornalistas e apreciadores da folia.A intenção da diretoria é reforçar cada vez mais as características do bloco original, com as alas dos bois, dos cavalinhos e dos bonecos com cabeções.


fonte: ClickNotícia

0 opinaram

Postar um comentário

Siga o CultCPS!


          RSS    

Últimas do Twitter


Últimos comentários


Tetê-a-Tetê Digital!

Crítica, sugestões, pitacos, imprensa, colaborações, dicas culturais, releases e afins, nos contate pelo e-mail cultcps@gmail.com

Arquivo do blog

Visitando agora