[Teatro] Naomi Selman e Yael Caravan no Lume

Postado por Carla quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Depois do ma-ra-vi-lho-so espetáculo Gardenia da Cia. El Outro Núcleo de Teatro, o Lume apresenta a Ressaca do Lume Recebe.
O encontro é  das atrizes Naomi Selman, do próprio núcleo, e a convidada Yael Karavan, com Púpik nos dias 29 (sábado) às 20h e 30 (domingo) às 19h.

A renomadíssima convidada Yael Karavan também ministrará o curso "Um navio de bobos, uma jornada para dentro dos nossos arquétipos" a partir de segunda-feira, 31.

Mais informações e inscrições: agentecultural@lumeteatro.com.br / 19-32899869
Ingressos no chapéu!

Naomi Silman nasceu em Londres (Inglaterra) e radicou-se no Brasil em 1997, quando veio realizar treinamento de ator no LUME e passou a integrar a equipe fixa de atores-pesquisadores. Como atriz, atua nos seguintes espetáculos do LUME: "Parada de Rua" (desde 1998), sob direção de Kai Bredholt; "O Não-Lugar de Agada Tchainik" (desde 2004), seu solo de clown dirigido por Sue Morrison (Canadá); "Shi-Zen, 7 cuias" (desde 2004), dirigido por Tadashi Endo (Japão/Alemanha). Também atuou nos curtas-metragens “Suíte Anonimato”, com direção de Julia Zakia e Heloisa Ururahy, e “A Historia da Figueira”, de Julia Zakia; e participou de inúmeros festivais de teatro no Brasil e no Exterior, além de apresentar demonstrações técnicas e ministrar workshops em diversas partes do Brasil e do Exterior.É diretora dos espetáculos: “A-MA-LA” (1997), com Adelvane Néia, (Humatriz Teatro); “A Julieta e o Romeu” (1999), do Barracão Teatro; “Um Dia...” (2000), do LUME; “O Caminho para Casa” (2006), com Yael Karavan – vencedor do festival de monólogos Teatronetto, em Israel; e “Kavka - agarrado num traço a lápis” (2007), do LUME, inspirado na vida e na obra de Franz Kafka.

Award winning performer, dancer and director Yael Karavan was born in 1974 in Israel and grew up in Florence, Paris and London. At the age of 13 she began a successful acting career in the National Theatre, television, radio and films in Israel. In 1995 she has travelled Europe, Russia, Brazil and Japan studying with masters such as Anton Adassinski from Russian theatre Derevo, Nigel Charnock from DV8, Philippe Genty, Philippe Gaulier, Jerzy Winnicki ( Grotowski), Ricardo Puccetti from Lume Teatro, Monica Pagnieux (feldenkrais in performance), Sue Morrison (North American traditional Clown), and Butoh masters Kazuo Ohno, Tadashi Endo, Carlotta Ikeda, Yumiko Yoshioka, Akiko Motofuji, Ko Morobushi, Katsura Kan and more, searching to create an elaborate method of physical training for the performer and to develop a contemporary physical language of expression bridging between east and west, dance and theatre.

An exceptional non-verbal theatrical experience which creates an inspiring, aesthetic, touching and precise physical language. The high professional level of the performer, and the natural way in which she has bridged between the physical and the textual parts of the performance, as well as the wide variation of characters that she enacted with much talent, all of the above have brought us to the prominent conviction that Yael Karavan deserves to receive the price of the TEATRONETO festival.’
Jury of the TEATRONETO festival.

0 opinaram

Postar um comentário

Siga o CultCPS!


          RSS    

Últimas do Twitter


Últimos comentários


Tetê-a-Tetê Digital!

Crítica, sugestões, pitacos, imprensa, colaborações, dicas culturais, releases e afins, nos contate pelo e-mail cultcps@gmail.com

Arquivo do blog

Visitando agora