Uma noite em 67 na Casa do Lago - Nós fomos

Postado por Tiago sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Nós fomos ver Uma noite em 67, na Casa do Lago da Unicamp, na terça dia 23. O filme fazia parte da Rede Brazucah, que mostra filmes brasileiros em instituições públicas de ensino, a fim de difundir alguns filmes que não tiveram oportunidade ou visibilidade no circuito comercial, quando foram lançados.

Assim como todas as sessões na Casa do Lago, essa sessão foi gratuita. Ela contou com um público de mais de cinquenta pessoas na não muito grande, mas aconchegante, sala de cinema do espaço.

O filme mostra parte da final do Festival da música popular brasileira produzido pela Rede Record no ano de 1967. Ele se foca nos cinco melhores colocados e mostra entrevistas com Gilberto Gil, Chico Buarque, Caetano Veloso, MPB 4, Edu Lobo entre outros personagens (menos conhecidos) deste festival.

O filme não tenta focar o lado político, nem tenta mostrar todo o festival de 67. Os diretores Ricardo Calil e Renato Terra humildemente se limitam a mostrar com eficiência o que aconteceu na parte final do festival, do ponto de vista de alguns produtores e de alguns artistas.

Nas entrevistas fica clara, por exemplo, a diferença entre a forma que os artistas e os produtores encaravam o festival. Os produtores, por um lado, faziam um trabalho profissional, com o objetivo de construir um bom programa de TV. Enquanto os artistas faziam um trabalho mais amador, sem um objetivo muito maior além de se apresentar.

O documentário poderia ser chamado de filme-festival ou documentário-festival. O público saiu da sessão imerso no clima da torcida presente no estúdio da TV em 67 - inclusive aplaudindo. Para obter esse tipo de resultado, o diretor de som do filme usa o mesmo truque que o diretor de som da Record usou durante o festival: deixa um microfone ligado no meio da torcida em um volume alto, colocando o público em um papel de personagem.

Apesar das entrevistas não serem muito objetivas, o filme faz aquilo que ele se propõe a fazer. Uma boa escolha do projeto Brazucah. Depois do filme, o espectador pode preencher um formulário onde ele indica um filme brasileiro recente que ele quis ver, mas não teve oportunidade.

Estamos aguardando a próxima sessão do projeto, que deve acontecer no mês que vem na Casa do Lago.

0 opinaram

Postar um comentário

Siga o CultCPS!


          RSS    

Últimas do Twitter


Últimos comentários


Tetê-a-Tetê Digital!

Crítica, sugestões, pitacos, imprensa, colaborações, dicas culturais, releases e afins, nos contate pelo e-mail cultcps@gmail.com

Arquivo do blog

Visitando agora