Cinema em Cartaz

Postado por Thiago sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

por Tiago


Esta semana nós temos nove estréias. No MIS, dois filmes, que fazem parte do "Ciclo de cinema alemão" (comentado aqui no blog pela Thaiza) merece atenção, O casamento de Maria Braun e O estado das coisas. Mais dois filmes merecem destaque.



Abutres

Carancho, Argentina, Chile, França, Coreia do Sul, 2010

Gênero: Drama e Romance
Duração: 107 minutos.

Diretor: Pablo Trapero


Sosa (Ricardo Darín) é um advogado que percorre hospitais públicos e delegacias de polícia na Argentina a procura de clientes. Ele perdeu sua licença para advogar (como licença da OAB) e trabalha para uma máfia, procurando por vítimas de acidentes de trânsito para oferecer seus serviços e lucrar com desvios de dinheiro. O filme conta histórias de Sosa, seus trambiques e sua relação com Luján (Martina Gusman).


Pablo Trapero é o mesmo diretor de Família Rodante e Leonera. Neste novo filme, que concorre ao Oscar pela Argentina, o diretor foge um pouco da tradição argentina do cinema cotidiano e parte um pouco mais para a ação.

Por motivos não explicitados, Sosa perde sua licença para advogar e começa a trabalhar para uma máfia de seguros. Esse trambiqueiro será o personagem principal do filme. E, como todo mundo, ele tem seus motivos para justificar sua atividade ilegal. No meio dessa vida de abutre, Sosa conhece Luján, uma médica que trabalha na emergência de um hospital. O ganha-pão de Luján é muito mais legal que o de Sosa, mas isso não impede que ela também cometa seus atos ilegais.

Felizmente o diretor não tenta julgar os personagens ou os motivos pelos quais eles exercem suas atividades legais e ilegais. Infelizmente, a crítica social proposta no filme não é muito profunda, a forma com que as histórias de Sosa e Luján são ligadas não é muito boa e a quantidade de sangue que permeia o filme incomoda. Mas sempre vale a pena conferir um filme argentino.





Site oficial

IMDb

Uma crítica e outra crítica.




Inverno da alma
Winters bone, EUA, 2010

Gênero: Drama
Duração: 100 minutos.

Diretor: Debra Granik


Com seu pai ausente e sua mãe deprimida, Ree (Jennifer Lawrence) é uma adolescente de 17 anos que vive no interior dos EUA. O filme conta a história de Ree, na tentativa de manter a posse da casa onde mora, procurando pelo pai.

Diante de uma situação ruim, na qual seu pai está preso por tráfico de drogas e sua mãe está deprimida, Ree tenta agir de maneira madura, manter a casa unida e cuidar de seus irmãos mais novos. Por outro lado, ela é só uma adolescente. Essa dualidade (superficialmente) permeia o filme, que com
baixo orçamento, elenco desconhecido, um ritmo lento, câmera na mão, tremida e desfocada e fotografia escura tenta mostrar algo de novo.

A diretora, Drebra Granik, desconhecida do público, mas que já ganhou Veneza, levou alguns
prêmios com esse filme, como Sundance e Berlim. Não é todo dia que se tem a chance de assistir um filme independente americano.






Site oficial

IMDb

Uma crítica e outra crítica.


Segue uma lista completa dos filmes em cartaz em Campinas esta semana.

Estréias da semana


  • 127 horas


  • Abutres


  • Festival express


  • Inverno da alma


  • O besouro verde


  • O casamento de Maria Braun


  • O estado das coisas


  • Oceanos


  • Os EUA contra John Lennon



  • Filmes em cartaz


  • Amor e outras drogas


  • As aventuras de Sammy


  • As viagens de Gulliver


  • Biutiful


  • Bravura indômita


  • Burluesque


  • Caça as bruxas


  • Cisne negro


  • De pernas pro ar


  • Desenrola


  • Enrolados


  • Lixo estraordinário


  • O discurso do rei


  • O mágico


  • O ritual


  • O turista


  • O vencedor


  • Santuário


  • Zé colmeia - o filme




  • Se você for ao cinema esta semana,
    tiver alguma sugestão, concordar ou discordar dos comentários deste post, por favor, comente :-)

    0 opinaram

    Postar um comentário

    Siga o CultCPS!


              RSS    

    Últimas do Twitter


    Últimos comentários


    Tetê-a-Tetê Digital!

    Crítica, sugestões, pitacos, imprensa, colaborações, dicas culturais, releases e afins, nos contate pelo e-mail cultcps@gmail.com

    Arquivo do blog

    Visitando agora